segunda-feira, 25 de julho de 2011

POST DE SEGUNDA - TODO MUNDO ODEIA A CARLA!

LAMENTAÇÕES DE JEREMIAS


Eu tive que parafrasear o Chris Rock...Simples assim.

Ultimamente eu falo A... E o povo entende BCDEFG.... Pô, a culpa é minha mesmo, neah? Quem mandou ser Doida?
A verdade é que to cansada  de certas coisas... E decepcionada. E magoada. E viva o drama!

Pensei seriamente em dar uma sumida da rede por uma semana: reciclar, meditar, ler meus livrinhos. Talvez eu faça isso; ja terminei de postar o Lucão na Estante de Livros e, pro momento, não tenho nenhuma história na cabeça. Se é que vou ter algum dia (drama de novo?).

To mais perdida que cachorro em dia de mudança. Básico.

Agora parei de bater a cabeça na parede do muro de lamentações.

RESENHA

MORDIDAS DE AMOR - MARGARET ST GEORGE


ELA QUERIA UM SABOR DE PAIXÃO...
A voz sexy de Trevor D'laine a seduzia todas as noites em seu programa noturno de radio. Como desprezar a oportunidade de ser sua assistente pessoal, apesar da insistência dele em se dizer um vampiro?
Vampiros não usavam calça jeans. Eles eram sombrios e fechados, não divertidos e vibrantes. por outro lado, a expressão daqueles olhos azuis era capaz de hipnotiza-la. O que não conseguiria dela, então, com um beijo apaixonado?
Trevor afirmava que ela não teria o que temer a seu lado. Por que, então, o surpreendia tantas vezes olhando seu pescoço?

EU: Prestenção: se você já leu algum livro da Irmandade da Adaga Negra, vai achar o vampire desse livro um bocó. kkkkkkkkkkkkkkk. A verdade é que a Ward conseguiu me fazer imaginar vampires mais "normais", que comem, bebem, adoram alho, não tem medo de cruz, enchem a cara de vodka, ouvem rap e tem sentimentos. E que, pelamor, são lindos e gostosos! Ai papai!

Bem, voltemos ao vampire bocó. Não que o livro seja ruim não. Tem até conteúdo... Eu tinha colocado esse book no meu celular faz um século pra ler... E só fui ler por esses dias. Como não sabia como ver o final (eu sempre leio o final antes), tive que sufocar a curiosidade e ler inteiro sem ver o fim. Tragéééédia!

Ele é um locutor de rádio, que anda de skate, usa um rabo de cavalo e brinco. Ela é quadrada e toda certinha, mas com vontade de dar um pontapé na vida e sair voando.
Ele a chama todo tempo de Reinfield (o fiel secretário do Drácula, de Bram Stoker) e a contrata como secretária. Logo fica sabendo que ele é vampire de verdade. A trama se desenrola com eles tentando achar os cristais que os revertem em ser humano novamente (isso é redundância? o.O). E também um lance entre os grandões da vampiraiada, bla bla bla. 

Ela tem asco de ver os caninos dele e de imagina-lo tomando sangue; jamais se converteria numa vampira. Ele, que foi transformado por uma perua vampira em 1.8 e cacetada, não quer ser humano novamente porque ficaria cego (devido a uma doença). Ou seja, fiquei até o fim tentando adivinhar quem faria o quê! 

Agora a pior parte, na minha opinião. O bofe não pode beijar a mocinha. Sabe por que? PORQUE OS CANINOS CRESCEM QUANDO ELE SENTE DESEJO OU EMOÇÃO! PQP, a p... toda sem beijo! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

- Renfield, há algo que preciso lhe contar.
Kay ficou instantaneamente rígida. Ele notou os seios arfarem e sua própria respiração se tornou mais rápida.
- O que é?
- Meus dentes.
Ela tentou se virar mas Trevor segurou-lhe a cabeça.
- Quando me emociono, não tenho controle sobre meus caninos.
Droga, ele estava assobiando para falar. Não havia lembrado de incluir a desvantagem dos dentes na vida de um vampiro. Mas o pior era que não apenas os dentes estavam crescendo.
Que diabos lhe dera para perder o controle a esse ponto? Se tivesse a capacidade de transpirar, seu corpo estaria todo molhado.

Sem conseguir se concentrar em assuntos de negócios depois do que havia acontecido entre ela e Trevor, Kay sussurrou:
— Eu te amo.
— Preste atenção — ele a repreendeu, sorrindo.
Kay se inclinou e beijou-o nos lábios. Depois riu quando ele levou imediatamente uma das mãos à boca e virou o rosto para que os outros passageiros não o vissem.

Por isso eu falo, cada autora cria o vampire que merece. Broxante.

Mas lê, vai que eu to xaropona mesmo e tu gosta? Vai saber.

                                     EBOOK



CONEXÃO GERARDÃO
Fora as filmagens, o hómi voou de paragliding. Não sei se pra algum filme ou não.

Como todinho com chantilly e uma cereja em cima!


Na Suíça... Ou o que quer que que signifique Switzerland.



Paragliding: A cara de #meda dele! kkkkkkkkkkkkkk

 Tah, não precisa ofender! Ririri!


No aeroporto JFK:


Pera que vou ali suspirar e ja me vorto...


COISAS DE DOIDA

Ih! Tem nada de doido pra postar hoje... Ai, e agora? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Fui ao sebo ontem... Não achei nada da minha coleção da DP (só achei Febre de Paixão) e trocentos livros da Nora Roberts... Cara, o povo de Bauru desova a pobre no sebo como se fosse coisa velha! Que desperdício!!!! Aliás, sebo da Fátima tava recheado ontem... Escolhi uns livrinhos bem legais.
Well, jogue suas tranças de mel, Rapunzel! Hoje só amanhã! Punto e basta!

Bjs!









13 Marcando Presença!:

Apaixonada por Romances disse...

Muito engraçado o seu post kkkkk, quanto ao livro vou passar esse e ler o livro do Lucão.

Beijos
Luciana
Blog: Apaixonada por Romances

Menina Fafa disse...

Brigada por deixar essa música a Rapunzel na minha cabeça hahahahahaha

=*

Fabiana disse...

Ri horrores com esse post!!! Outro dia li um livro tenebroso, acho que era "Um vampiro moderno" Adorei a resenha!!!
E que piscadinha é essa aí embaixo? Pra esse eu da... Ops!!! Bjos!!!

Rosane Fantin disse...

Adorei o teu post, Carlinha! Agora, este vampire da resenha... Só de ler aqueles trechos ´já vi que não faz o meu genero. Como tu, sou mais os lindões da IAN, sem dúvida!
Quanto ao nosso lindo escocês de plantão... aiai... só suspirando mesmo.O homem tá cada dia mais lindo.
Aproveitando, duplico meus parabéns prá ti pelo Dia do Escritor.
Inspiração vai e vem. Deixa que daqui a pouco, sem que esperes pinta uma bela história para contar.
Beijos!!

Suelen Mattos disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Tô morrendo de rir até agora com sua resenha, hehe. Ai, não, esse vampiro é mesmo muito broxante. E tanta coisa pra crescer, tinha que crescer logo os caninos???? Autora viajando...

. A verdade é que a Ward conseguiu me fazer imaginar vampires mais "normais", que comem, bebem, adoram alho, não tem medo de cruz, enchem a cara de vodka, ouvem rap e tem sentimentos. E que, pelamor, são lindos e gostosos! Ai papai!

Verdade purinha. Quem pegou um Adaga não engole qualquer coisa, hehe!!!!!! Esse eu passo.

Flavinha disse...

Já li esse livro e ele é realmente broxante!
A sorte (se posso chamar de sorte) é que li ele antes de ler o irmãos da Adaga, então a broxada foi menor.

Aline disse...

Carla, tu é figura!!!
Agora que atiçou a minha curiosidade, vou ler o vampiro bobão! kkk
E nosso homi, tão lindão... ai, ai!
Bjão, fia!

disse...

Coitado do bocó..rs, também li esse livro e também achei fraquinho..rs
Bjos

Esther disse...

Nossa li esse livros há vários anos atras muito antes de IAN e já naquela época achei ridículo.

Marcia disse...

Assim..foi fazer o teste do xarope hehe.

Gostei do carinha do PQP hahaha

E fiquei curiosa com o comentário "como uma também legítima Alquati" desculpe se tô pagando micão de novo rs.

Sabe que tb ando um bucadinho triste com tantas coisas q rolam na globosfera, mas vamos resistir \o/.

Bjusssssssss

Carla Blackhawk disse...

Marcinha, meu sobrenome é Alquati, flor. Bjs.

Marcia disse...

rs num sabia, que máximo. Então reforço suas palavras, escrever está no sangue \o/.

Bjusssssssssssssssss

Rose Silva disse...

Ri demais desse post. Carlinha, tu é ótima! Concordo com vc! Depois de ler os Vampirões da IAN, todos os outros parecem mais ou menos...

E Gerardão é muito AMOR!

Beijo!

Layout por Flavinha Garota de Aquario.