sábado, 30 de março de 2013

[RES] ROSA NEGRA - NORA ROBERTS

RESENHA


ROSA NEGRA - NORA ROBERTS
(Black Rose)





Aos 47 anos, Rosalind Harper é uma mulher com muita experiência de vida, capaz de passar pelas maiores provações sem esmorecer. Com três filhos criados, ela sobreviveu a dois casamentos, o último desastroso, e construiu um viveiro, de onde tira seu sustento. Para ela, o amor é algo que ficou para trás.

Com o passar dos anos, o viveiro deixou de ser apenas um ganha-pão e se tornou muito mais que isso, um símbolo da esperança e da independência de Roz, que divide o negócio com mais duas mulheres: Hayley e Stella, suas companheiras para todas as horas. As três são o futuro do viveiro.

Mas agora esse futuro corre perigo, e Roz sabe que elas não podem lutar sozinhas contra o fantasma da Noiva Harper. Contratado para descobrir os ancestrais de Roz Harper, o dr. Mitchell Carnegie se vê intrigado com a própria Roz. E, conforme o mistério por trás da identidade da Noiva Harper começa a se desfazer, ela percebe com espanto que se vê atraída pelo genealogista. Se antes ela acreditava que o amor não teria mais vez em sua vida, agora ela fará de tudo para agarrar com unhas e dentes a nova chance que o destino lhe ofereceu.
(Blog Nora Roberts Brasil)


EU: Mais uma agradável surpresa.
Procuro ser sempre sincera aqui... Ou não valeria a pena ter um blog, simplesmente pra mascarar minhas opiniões.
Quando li Dalia Azul e vi a idade da Roz, pensei: "Ixi". Ou seja, fiquei matutando como eu iria imaginar o romance de uma mulher dessa idade... Seria Mitch mais novo? Não sou muito fã disso, blá blá blá...

Mas minha filha, estamos falando de NORA ROBERTS, ne? E não é que a Diva soube (pra variar) conduzir com maestria o romance dos dois? Sendo mais sincera ainda, fico meio assim quando ele é mais novo, ou quando ambos são bem mais velhos. Não é preconceito, mas acaba dando nó na minha cabeça parada nos anos 80, aos 14 anos. Enfim, coisas de Carla.

Como ando quebrando tabus (amando mocinhos defeituosos, lendo livros em primeira pessoa), esse foi mais um. Eu to de parabéns, heim? kkkkkkkkkkkkk.

Na história de Roz e Mitch vemos a continuação de Dália Azul (Stella e Logan). As voltas com seu viveiro de plantas e flores tão amado, Roz tenta, a todo custo, entender a noiva Amélia (fantasma menos camarada dessa vez), contornar as situações causada pelo ex marido imbecil e se jogar ou não no gostoso do Mitch, o professor que está estudando o caso da noiva fantasma.

Tia Nora expõe uma temática bem interessante nesse livro: o temperamento Eve da Roz. Sério, vi a Eve Dallas muitas vezes na Rosalind (o que me irritou bastante). A sorte é que o Mitch não é um Roarke (AMÉM) e rebate a cada vez que ela tenta se isolar, sem deixar de respeitar isso. Ele a ganhou bem por aí. Ô mulherzinha difícil! Tchen!



Claro que pelo seu temperamento e personalidade ela venceu na vida, criou os filhos e fez do seu próprio negócio um sucesso; também soube lidar com um fantasma pra lá de irado... E como já disse na resenha de Dália Azul, eu já tinha vazado desse lugar na primeira aparição. kkkkkkkkkkkkk.

Cenas: laços familiares bem resolvidos, conflitos familiares idem, um amor incondicional familiar... Amigos como se fossem da família, todos se preocupam uns com os outros... E um David pra lá de espirituoso. Esse me ganhou, porque é bem resolvido e um amigo de verdade. 

Ou seja, simplesmente amei esse livro, até mais que Dália Azul. Sorry, Logan, mas o Mitch, com seus 4.8, ganhou meu coraçãozinho apaixonado. Pelo menos até eu ler o livro do Harper. kkkkkkkkkkkkk.

Agora é só esperar Lírio Vermelho, com seu Harper e Hayley. Bem que a Nora poderia incluir a Jane pra dar uma acordada na Hayley, ne? :D 

Você fez isso, Norita???????????

* Dália Azul (Blue Dahlia) - Stella Rothchild e Logan Kitridge.  (RESENHA)

* Rosa Negra - Roz Harper e Mitchell Carnegie. 

Breve:

* Lírio Vermelho - Hayley Phillips e Harper.



Beijos!



0 Marcando Presença!:

Layout por Flavinha Garota de Aquario.