terça-feira, 18 de junho de 2013

[RES] IRMÃOS WESTMORE - HEIDI RICE

RESENHAS

SOL, MAR E ATRAÇÃO - HEIDI RICE
(Surf, Sea and a Sexy Stranger)



Ryan King se arriscara a pegar onda depois de passar meses se recuperando de um terrível acidente de moto. E só não morreu afogado porque fora salvo por Maddy… Movido pelo desejo, ele agora sentia por ela uma paixão quente e selvagem... E Maddy se surpreende ao perceber que seu corpo implorava pelo toque de Ryan. Afinal, após tantas decepções, talvez desta vez fosse o momento para ela aproveitar… e mergulhar no mar da paixão! Quebrando todas as regras... 

EU: Tia Heidi é safadenha. Com ela não tem mais ou menos, é vemquentequeeutofervendo.
Maddy é uma mulher do tipo "conserta tudo". Ela acredita nas pessoas e que tudo pode ser perfeito. Ryan está desiludido das coisas da vida, principalmente depois do acidente que o deixou com cicatrizes e um tanto manco. O encontro deles foi explosivo.
Principalmente porque ele era impotente, por conta do acidente. Maoeeee, ele conseguiu ou não? kkkkkkkkk.

Ele queria sexo sem compromisso, ela concordou. Mas adivinha o que aconteceu??? É o amooooorrr....

Ela conseguiu levar na boa até que explodiu. Conflitos afastavam Rye do amor... E eu não gostei muito da franqueza da Ruth, a ex dele. Foi muito ao ponto. Fora a piriguete, neam? Essa merecia apanhar com rabo de tatu.

Hot, moooooito hot. E até chocante... falo da cena que ela vê do pai com a secretária, quando era adolescente.

Vish.




SALTOS DE ARRASAR - HEIDI RICE
(Cupcakes and Killer Heels)




Ruby Delisantro nunca fica envergonhada...
...mas depois de ser alvo do olhar sedutor do irritante Callum Westmore, ela está mais vermelha que um glacê de morango... Desde o momento em que o conversível de Callum colidiu em seu carro, seu corpo soube que sua vida nunca mais seria a mesma... Ruby estava acostumada a assumir a direção de todos os seus relacionamentos, mas alguma coisa dizia que Callum sabia muito bem o que ela desejava enquanto dançavam salsa. Pela primeira vez, Ruby está a ponto de perder o controle e se entregar ao ritmo de uma nova paixão! 

EU: Continuando com a saga "Tia Heidi safadenha", essa história não fica atrás.
Mais uma vez a coisa acontece de forma rápida e precisa. Ruby não é o tipo de mocinha convencional; até achei atirada demais no começo.
Cal é do tipo "nem quero saber de casar", mas cai de quatro por Ruby. Depois de se conhecerem quando ele bateu na traseira de seu carro, eles concordaram  em ter um relacionamento a base de sexo. Até que foram pra casa da irmã dele, A Maddy (do livro 1), aonde pude conhecer um pouco mais do introspectivo Cal. O modo como ele tratou a irmã me deixou muito irritada!

Essa parte da história foi muito comovente. E amei o Rye pelo que ele fez pela esposa.
Esse é o cara.

Bem, quando voltaram de viagem da casa da irmã, o bicho pegou. Ele vinham de famílias com um casamento triste e fracassado, por isso nem queriam saber de compromisso. Mas sacumé, o amor não escolhe quem pegar. E é claro, ele é mais lerdo que ela. Dã.

Amei o final.

Livro hot, muito hot. Tem contra a bancada, contra a mesa, enfim... Deveria ser publicado como Elloras.
Brincadeira. Não, pera.

Conclusão:
Pra quem gosta de mocinhos rápidos no gatilho e mocinhas mais rápidas ainda, leia. E tem também conflito familiar e a resolução para que o amor vença.
Fora as gostosuras que são os hómi
Ops.

Eu amo meus livrinhos!!!

0 Marcando Presença!:

Layout por Flavinha Garota de Aquario.