terça-feira, 23 de abril de 2013

ESPECIAL DE NIVER - RESENHA: FLAVIA

Convidada especial do Blog de hoje: Flavinha, do Blog Garota de Aquário.



RESENHA

A MONTANHA DOS MACKENZIE - LINDA HOWARD




Ruth, uma cidade pequena do Wyoming, está prestes a aprender algumas lições com a nova professora local. Para começar, Mary Elizabeth Porter está decidida a convencer o jovem Joe Mackenzie a voltar para a escola. Mas Joe e seu pai, Wolf Mackenzie, sofrem o preconceito dos habitantes de Ruth por serem metade índios e metade brancos.
Além de todos os obstáculos morais, Mary enfrenta também a natureza inóspita da montanha dos Mackenzie e, em meio a uma forte nevasca, segue para a fazenda deles. No meio do caminho, encontra Wolf. Agora, Mary sabe que também terá de amaciar o coração amargurado de Wolf e ensiná-lo a maior de todas as lições da vida: a capacidade de amar e de se deixar ser amado.



Título original: Mackenzie's Mountain
 Rainhas do Romance 02

Bem, a primeira vez que li um livrinho da Linda Howard, eu li um dos Mackenzie! Então eu tive uma pequena mostra do que é o paraíso (Não tão pequena, se é que vocês me entendem!)e posso dizer... são todos maravilhosos! Porém vamos ao que interessa: "Papai" Wolf Mackenzie... Deus! 

A maior concentração de testosterona por metro quadrado que já li! Juro que os filhotes Mackenzie (apesar de TDB's) não conseguem superar o velho "Lobo".  Gente, o primeiro beijo dele e da Mary, no início da história já é uma pequena mostra das emoções que viveremnos... Ah, tudo bem que tem toda a história de preconceito, o fato do Wolf ter sido preso e os assassinatos que estão acontecendo... Mas quem se importa com isso, quando lê algo assim:

“- Não! Que coisa! Não podemos ser amigos! Quer saber por que? Porque não posso ficar perto de você sem pensar em despí-la e levá-la pra cama. Oh, Céus! Eu nem sei se teria tempo de despí-la! Quero seus seios em minhas mãos, seus mamilos na minha boca. Quero suas pernas ao redor da minha cintura, seus tornozelos nos meus ombros ou em qualquer posição, se eu puder entrar em você. - Ele a puxou para mais perto de modo que sua respiração quente roçasse o rosto dela enquanto falava as palavras cruas e sinceras. - Então, minha querida, não há a menor possibilidade de sermos amigos."

Bem, o que fazer com um homem que diz essas coisas? O que a Mary fez, claro! Amarrar ele juntinho a você para sempre! Amo tanto que me pego relendo esse TDB. Recomendo!

Aproveito a oportunidade para parabenizar a minha amiga Doida y Romantica pelos 5 anos de blog. Posso dizer que acompanhei de perto as transformações do blog até chegar a este que é um blog único e cheio de personalidade (como sua dona), que nos diverte sempre! Parabéns amiga!



EU: Obrigada, Flavis, pela resenha, pelas palavras e por me aturar por tanto tempo. Sua linda! :D Bjs.




0 Marcando Presença!:

Layout por Flavinha Garota de Aquario.