quinta-feira, 17 de junho de 2010

É O VICIO, MEU POVO! E MEU DESABAFO.

Nha, nem tinha o que blogar hoje... Mas como o vício me chama, vou até postar umas fotenhas do Gerry que ja sairam essa semana... E explicar algumas coisas com relação à minha pessoa.


Nunca escondi de ninguém minha predileção por romances de banca de autoras internacionais. Sim, se isso é ser considerada brega ou acéfala, vai piorar quando eu disser que não gosto de outro tipo de literatura que não sejam essas. Entendo que tenha muitos escritores bons (incluindo os brasileiros), mas eu fujo de certos livros, principalmente os de auto ajuda.

Romances escritos por brasileiros só os que eu escrevo, porque não fujo à forma romântica como vejo a vida. Meus personagens tem os mesmos problemas que nós temos, mas sem envolvimento com as coisas podres que vejo em alguns livros. Não vejo necessidade disso. E, sinceramente, gostaria que alguém me indicasse um livro, que não de banca, que fosse exatamente como gosto: romance água com açucar, mas com um toque de realidade, sem frescura. Porque de fresca ja basta a vida. Eu ja li alguns romances escritos por brasileiros que, sinceramente, desisti. Sei que há grandes escritores e jamais duvidei disso, mas infelizmente, creio que as leituras que fiz me decepcionaram. Eu gosto de linguagem simples, popular e que tenham aquele ingrediente mágico chamado amor. Nada de pessoas ficarem sozinhas no final, amargas, sem direção. Podem me dizer que é a relidade, mas de realidade ja basta o que vemos. Pra mim, literatura é sonhar... Pra fugir um pouco da dureza da realidade da vida. Por isso prefiro os de banca e alguns de livraria: leitura fácil, dinamica, e informativa. Sim, senhores, aprendi muita coisa sobre os países nesses livrinhos "inúteis", como costumam dizer. E eu falo muito bem, me expresso muito bem e sou até culta, apesar de Doida.

Não é preconceito, é que ja me enchi de pessoas que me "condenam" por somente ler esses livros... Ah, claro, se fosse um Augusto Cury ou Paulo Coelho (leituras que não gosto) eu ia ser, provavelmente, ovacionada em praça pública... Qual o problema em se ler o que se gosta e ser respeitada? Logicamente que também ja li livros de banca que mandei pro sebo sem leitura. Não sou uma retardada também de gostar de uma mocoronga que parece uma boneca ventriloqua na mão do idiota. Da licença.

Há uma diferença entre não gostar e não respeitar. Eu respeito quem escreve e quem gosta desse tipo de literatura. O que não gosto é de como algumas pessoas interpretam o seu gosto. Li na comu do Skoob o papo intelectual de algumas pessoas... Cacife pra entrar la eu tinha, só não tinha crédito porque não lia certos autores. Algo errado nisso?

Portanto, me explicando, finalmente, decidi continuar a resenhar somente livros que realmente li e gosto. Jamais resenharia algo que não li e se li e não gostei, falo do mesmo jeito. E eu, Carla, gosto dos chamados "livros de cultura inúti". Fazer o que, adoro um italiano arrogante ou um grego grosso, um cowboy ou um bombeiro sexy e divertido. Não vou bancar a hipócrita e começar a achar leituras interessantes se elas não são pra mim. E, garanto, se eu ler algo que não sejam esses livros e gostar, resenho aqui, dando mão à palmatória. Sou Doida, mas não burra.

Recapitulando, eu não gosto de ler certos autores, mas isso não significa que eles não são bons. Meu negócio são os livros de banca.


Falar nisso, tem 3 escritoras brasileiras (romance, ok?), que eu amo ler: Lady Graciosa, Miss Sunshine e Romântica, todas da comunidade Oficina Romântica, no Orkut. E tem uma pá de gente boa por lá.

Eu lamento, mas eu to muito chateada com certas coisa que aconteceram por esses dias, por isso resolvi rasgar o verbo.



CONEXÃO GERARDÃO

Ah, o belo foi no veterinário (não ele, a Lolita) e também foi passear com a fofys...


Maoeeeeeeeeee, foi assim que o Napo perdeu a guerra! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Adorei a cuequinha, fofo.



Pois foi isso. E assim foi. Doida ou não, tamos aí. Bjs.

19 Marcando Presença!:

Nanda disse...

Ei Carla,

Adoro estes textos sem papas na lingua rsrsrs

Eu acho que todo mundo lê o que gosta e ninguem tem nada com isso :)

bjooo

Barbara disse...

ih, doida... Te entendo... O que falam dos meus livros n tah no script... Mas antes gastar meu dindim c meus livros, que é um vício útil, do que gastar tuudo em álcol, que vai tudo p ralo.
Sabe o que vc faz nesses casos? Mandar tomar banho na soda!!
E, nega, se n gostou de livro x ou y, fale mesmo! Assim é bom queneu já fujo deles. =D

Carla Fernanda disse...

Oi, Carla.

Amei seu texto e seu desabafo super sincero!

Como a Nanda mesmo falou acima, e concordo plenamente!

Nós temos livre arbítrio para ler o que gostamos. Que mal há nisso?!

Beijos.

Carla.

Solange disse...

Adoro momento Revolt, faz tempo que não tenho o meu..rs, eu odeio gente que escreve sobre algo que não leu ou não gostou, mas mesmo assim fala bem, para passar por "curta", eu adoro romance melado, mas melado de dar diabes..rs, estou nem aí para o que o povo fala, eu leio por prazer e não para passar raiva, então leio os melados, que adoro.
bjos

Aline disse...

Carla;
Não entendi o motivo, mas apóio 100%.
Sabe, eu sempre li romances, bem água-com-açúcar mesmo, tipo "sabrina". E sempre morri de vergonha! Também já me aventurei por diversos tipos de literatura, e gosto de outros estilos, mas o meu preferido é romance. Meu sonho era me tornar escritora, tipo Kathelen Tunner em Tudo por uma esmeralda, saca?! Mas acho tão difícil as pessoas se interessarem pelo q eu tenho a dizer! A internet mudou tudo! É ótimo descobrir mais pessoas com os mesmos pensamentos, mesmo q distantes. Bjos!

Marcia disse...

Caraca Carlinha..hj é a segunda vez que ouço falar a respeito de algo que está ocorrendo no Skoob...sempre usei e entendo o skoob como um local onde possamos postar nossos livros, nossas resenhas, efetuar trocas,ter contato com as pessoas livremente...não imaginava que um ato tão simples fosse ficar complicado (será que ainda sou ingênua???)
E jamais imaginei esse tipo de "condenação" com vc...simplesmente ridículo...infelizmente percebe-se que ainda existem pessoas que esquecem que seu espaço termina quando começa o do outro...eu não costumo me manifestar muito no blog (hj foi meu recorde )nem no twitter mas te acompanho e admiro muito o seu jeito de ser..e olha que eu sou "verde" rsrs..(aproveitando para uma curiosidade...seu sobrenome é descendente de ??)..bjs..

Leu disse...

Oi Doyda...gostei do seu desabafo. Minha leitura preferida são os romances.......amo de paixão lê-los...bjus

Lígia S. B. disse...

Carlinha, deixa esse povo que não respeita o gosto alheio pra lá...
Vire partidária do "falem mal, mas falem de mim, porque é sinal que eu existo e incomodo"
Bjim da Ly♥

Nana ~ E.R * disse...

Oi.

Vim convidá-la para participar do SORTEIO:

"Linda Howard - Beije-me Enquanto Durmo".

http://eternosromances.blogspot.com/2010/06/sorteio-er_570.html

:)

Leninha - sempre romantica disse...

Adorei!!
Coisa mais chata quando falam dos meus lindos, dizem que é cultura inútil, como assim cultura inútil?! Quem ta lendo sou eu, se fico culta ou não é problema meu!
Defendo o que leio onde eu for, tanto que no evento de Sussurro, fui conhecida como o blog que resenha livro de banca, adorei!
Claro que leio outras coisas, mas quando me atrae e quase nunca fujo ao bom e basico romance.
ADOREI SEU DESABAFO E SE PRECISAR DE ALGUÉM PARA DAR PORRADA CONTA COMIGO.
Beijo Doidinha, saiba que tenho um grande respeito por vc e te gosto muto!

*M客y* disse...

O que o povo tem a ver com o que a gente lê ou não??? Eles pagam nossas contas? NÂO!! Então que se F*****, vamos todos ler o que nos dá na telha, seja romance de banca ou um livro de Física Quantica!!! =*

Aline Maziero disse...

Eu só leio pq gosto e nãop por que me obrigam. E se isso é ser brega, q seja. Sou viciada sim, mas em livros. Melhor q outros tantos vícios. Não estressa não, minha flor e segue adiante: leitora e corintia. Afinal, o mundo pertence a nós!

Marcello disse...

Oi Carlinha...

Cacete, que desabafo hein???

Mas eu concordo com você, tem muita gente que fala que leio o James Joyce e nem entendeu nada...

Ler por ler só pra ficar na modinha, tô fora !!!!

Eu gosto dos meus clássicos !!!

Isso mesmo, quem faz os clássicos somos nós, assim como os seus clássicos são os de banca, os meus são do Stephen King...

Aliás,o grande problema nessa vida é que as pessoas fazem as coisas pros outros e nunca pra si.

Beijos.

Lariane disse...

iii, fiquei fora e perco as coisas... XD

Saudade de ti no chat :D

Mas de boa, como a Marcy disse, manda tudo se F*** e deixem nós em paz com nossos livros de banca.

Bjkas

Lu disse...

Adorei Carla.
Aff, deesto gente que ala mal de livro de banca, mas infelizmente a muito preconceito ainda.
Eu leio o que gosto e o que me diverte, gosto de banca, romance, teen. Detesto livro vulto que seja uma leitora chata e cheia de palavras "difíceis", não quero ler e passo longe. ^^
beijos.

Luka disse...

Carla,
Eu leio de tudo um pouco.
Só não gosto de auto ajuda.
E te conto mais, amo os livrinhos de banca ! Amo mesmo !
Preciso postar mais resenhas dos meus amados.
Estou em débito !
Que cultura inútil que nada !
Bjs
Luka.

Isabela Souza disse...

Amei seu post.
Pra cala a boca de quem fala mal dos gostos dos outros. Não quer ler? Não leia. Mas não fala mal.
Leio banca? Leio sim. E meu vocabulário (oi, com licença, obrigada #nadamodesta), é muito bom.

O pior, e já aconteceu várias vezes comigo, e quem não lê nem folheto de supermercado e tem a cara de pau de falar mal dos meus livros. Eu viro fera. Paga minhas contas? Não né. Então vai fazer algo de útil, lavar uma roupa.

Ai, chega. Me exaltei um pouco, rs. Mas acho que já deve ter acontecido com a maioria.
Beijos :D

Menina Fafa disse...

Falou e disse, gata!
As pessoas gostam muito de falar dos outros e não olham pro próprio umbigo.
Nego acha q ser sincero é sair ofendendo os outros por aí e q se dane. Não existe limite, não existe bom senso.
E daí que você - e eu, e as meninas... - lemos livros de banca? Tamos ofendendo alguém? Tomanucu!
Quem sabe falar e escrever, sabe, não é pq lê Dostoievsky que é melhor q quem lê Diana Palmer
Eu leio romance, eu leio Agatha Christie, eu leio Sidney Sheldon, eu leio Jane Austen, eu leio Aristóteles, eu leio Shakespeare. E daí?
Vou sair por aí falando q sou melhor q os outros? Ou q quem lê, sei lá, Tolkien - q eu não gosto - é imbecil?
As pessoas tem q aprender a ter mais noção, q tá faltando e muito!

E concordo, de drama basta a vida!
Gosto de ler/ver filme/novela pra me distrair e ser feliz! \o/

Adorei o post!

=*

Flavinha disse...

Ah, coisa boa é o livre arbítrio!
A gente tem o poder de decidir o que quer e o que não quer.
Se queremos ler livros de banca, problema nosso.
E a maioria que critica, as vezes NUNCA leu um livro de banca!
Acho que sou a última a comentar nesse post! kkkkkkkkkk
Sempre atrasada!

P.S => Também curto demais essas autoras que você citou! Elas escrevem uns "cafa" tudodebom!

Layout por Flavinha Garota de Aquario.