terça-feira, 13 de março de 2012

POST DE TERÇA - TENTE OUTRA VEZ... E DE NOVO...

Sempre tomo essa música pra minha vida quando topo em alguma pedra. Tahhh, os dedos ficam roxos, mas pelo menos eu recomeço!


EDITORIAL


E sim, isso tem uma razão: cansaço. Muitas vezes eu canso de coisas que estou fazendo ou programo pra minha vida. Bom, 1 mês e meio de academia todo dia e restrição alimentar (melhor dizendo, reeducação alimentar) são uma vitória e tanto pra mim. Eu to simplesmente amando fazer academia! É viciante, ainda mais sabendo que ajuda na redefinição do corpo; é produtivo. Fora o bom humor da Stella (rapaiz, que energia!) e a ajuda da Polly, da Bruna, da Marcela (Barcelaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, minha florrrrrrrrrrrr... kkkkkkkkkkkkkkk). Aliás. Marcela, gracias pelo abraço, viu? Caray, ela é tão magrinha... AI QUE INVEJA! kkkkkkkkkkk.
Certo, um passo de cada vez. Amanhã é dia de terapia. E como diriam os AA, um dia de cada vez. Por hoje não briguei nem ofendi ninguém. Só anteontem que briguei com paciente pelo telefone. kkkkkkkkkkkkkk.
Eh laia, é tão dificil seu eu, viu!


RESENHA


DA SÉ... Bem, meio "Cavalgadura que Amamos"...







CHAMAS NA NEVE -CHRISTINE FLYNN
(When snow meets fire)







"Se você não fosse a médica de que precisamos, não hesitaria em possuí-la agora", Nick sussurra ao ouvido de Dora, que tem seu corpo em brasa ao sentir o desejo ardente com que ele a toca.
Quando decidiu abandonar o conforto da cidade grande para enfrentar a solidão gelada do Ártico, a Dra Dora Richards esperava todo tipo de aventura, menos a de ser seduzida por um homem irresistível.


EU: Selinho de cavalgadura pela metade? Sim, ele é só meio cavalgadura!
Típico livro anos 80. Homem machista, mulher divorciada livre e sozinha, que vai pra um lugar exercer a medicina. 


Começa tão suave:



Disposta a não se deixar dominar pelo pânico, deu mais um passo em direção ao avião e novamente sentiu o chão ceder. Um segundo depois, estava sendo puxada com. toda a força pelo estranho, ficando com o rosto colado em seu peito largo e musculoso. Suas faces, já bastante adormecidas pelo frio, pareceram queimar ao contato com a neve que se prendia ao casaco do homem.
— Saia daqui! — ele gritou exasperado. — Já tenho problemas suficientes para ter de me preocupar em pescar você no meio do oceano.

Tão delicado e gentil...
Eu diria que Nick é Geminiano, como eu, com ascendência em Touro. Inconstante e teimoso. kkkkkkkkkkkkkkkkkk. Um ioiô emocional... Mas não o faz ser irracional. Só um pouco inseguro e meio ogro no controle das emoções.
Adoro quando consigo me expressar como uma letrada. :D
Dora é a típica mocinha com o coração a procura do homem de sua vida. Devagar, aos poucos, ela vai conseguindo se soltar e, relutante se entrega de corpo e alma ao homem amado.



Mesmo que Dora não pudesse tê-lo a seu lado para o resto da vida, ela o desejava naquele instante e queria se apoderar de tudo o que ele fosse capaz de oferecer.
— Não faça isso comigo... — ele pediu num sussurro, envolvendo-a nos braços musculosos. — É penoso demais querer tê-la para mim e não poder.
— Você já me tem, Nick — ela sussurrou, roçando-lhe o pescoço com os lábios, explorando cada centímetro da pele quente e passando os dedos pelos cabelos macios.

Aí ja era...



Só não da pra encarar comer carne de Leão Marinho!


Tudo caminhava bem até que ela disse: "Eu te amo". Rapaiz, o angu desandou! Mode On Diana Palmer!


Logicamente que linguagem, pensamentos e atitudes todos dos anos 80. Quem tem juventude acumulada, como eu e cansou de ler esses MIs, sabe do que to falando. Mas sabe que é muito bom voltar aos bons tempos?


Leia. Recomendo!


CONEXÃO GERARDÃO


#todaspira no hómi na rua!


Com fãs:




Analisando a foto:




1- Reparem na cara das mocreias moças sortudas. Sorriso aberto, sem rugas no rosto e com a alegria de um gato diante do pote cheio de leite. 
Eu com certeza beliscaria a bunda do Gerry. E eu la ia perder a oportunidade? kkkkkkkkkkkkkkk.
2- A cara de paisagem do hómi. Sereno e tranquilo. Mas ta assim porque eu não to la beliscando a buzanfa dele! :D


A prova do crime!





BACONNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNN!!!!!!! *____________________*


Ehhhhhh, isso aqui em casa...


COISAS DE DOIDA


Pra encerrar o assunto de vez, quero agradecer as mensagens de apoio das pessoas que leram meu post de ontem. Já sabem onde tão pisando, heim?? kkkkkk. Acordei mais leve, com uma tonelada a menos. Refletindo, percebi que o melhor é ficar calma, serena e tranquila... E amadurecer. Mas só um pouquinho, ser adulto demais é um pé no saco! 【ツ】


♫♩♫♭♪♯♬♮♫♩♫♭♪♯♬♮♬♪♫ ♫♩♫♭♪♯♬♮♫♩♫♭♪♯♬♮♬♪♫


O mundinho encantado da Ward: Falando dos IANs... Não é surpresa nem novidade pra ninguém eu dizer que já li o livro da Payne e do Manny (livro 9). O livro chega por aqui no final do mês, acho. O Compêndio corresponde até o livro do Phury (Amante Consagrado - livro 6). 


SPOLETTA DAS BRABAS!
Dentro do Compêndio achei algo assim:
...o nome Jane entalhado nos ombros em estilo anglo-saxônico... (sobre Vishous) (Guia Oficial da Série, pagina 207)


E no livro da Payne e do Manny...
– Eu nem mesmo pus o seu nome nas minhas costas. – disse V. – Eu pensei que era estúpido e uma perda de tempo... Mas como você pode sentir que estamos vinculados sem isso, especialmente quando todo macho do complexo foi marcado para sua shellan? (Amante Libertada, tradução confidencial).


Alguém explica???? Bom, ja achamos tantas barbaridades nos livros (inclusive o fato deles se barbearem quando não tem sequer um pelo no corpo!) entre outras tantas, que acaba virando uma aventura: ache os erros da Ward!
Por isso vou parar no Tohr. Ward perdeu a mão e a essência!








Finalizando, como diria Raul Seixas: "Tente outra Vez". Eu complemento: "Mas se ajuda também, p****".


Beijos!

















0 Marcando Presença!:

Layout por Flavinha Garota de Aquario.